Como Preparar Um Hambúrguer Suculento Com Menos Calorias


Como Controlar O Tempo Que Você Passa No Instagram


Os rastros brancos que se vê no céu quando um avião passa são "plumas" de vapor d'água. Pela web, porém, novas pessoas dizem não crer nisso. Para elas, tal fenômeno é na verdade evidência de um plano secreto que tenta envenenar o planeta e até a alavancar um extermínio populacional.


Porém Por que estas e novas teorias estão tão presentes nas mídias sociais? Suzanne Maher não gosta do termo "suposição da conspiração". No momento em que a reportagem utiliza este termo numa ligação para pedir uma entrevista, ela diz que a sentença foi formada na CIA (agência de inteligência dos Estados unidos) para desacreditar todos aqueles que questionam o governo.


Porém, como fundadora do grupo Bye Bye Blue Sky ("Tchau Tchau Céu Azul"), que se dedica a ampliar as conversas sobre o que chamam de "chemtrails" ("trilhas químicas"), ela está acostumada a ouvi-la. Maher é uma entre um número significativo de pessoas que usam as mídias sociais para espalhar essa mensagem. Elas têm explicações diferentes pra quais seriam os objetivos das supostas "chemtrails" ("trilhas químicas") - uma das mais conhecidos é a crença de que os governos estão controlando o clima em larga escala. Outra é que os cientistas que conduzem pesquisas legítimas sobre isso como encarar com os efeitos das transformações climáticas através de um processo chamado geoengenharia estão, na verdade, nos envenenando secretamente. Certamente você neste instante viu os rastros a que estas pessoas se referem. São aquelas aparentes fumaças brancas que se formam atrás dos aviões - resultado da condensação do vapor de água que sai dos motores, transformando-o em cristais de gelo sob certas condições atmosféricas. Suzanne Maher não está certa no momento em que diz que são um fenômeno novo.

  • Cinco de julho de 2016 às 20:Trinta e dois
  • Stella Dos Guimarães Peixoto falou: 30/07/12 ás 21:16
  • Palavra chave planner tool (planejador de palavras-chave do Adwords google)
  • Sobre os 12 espias estudo
  • 3 Precaução e Mitigação

Há imagens que mostram este tipo de rastro em aviões que lutaram pela Segunda Competição Mundial, como por exemplo. Agora as tentativas de se modificar o clima, apontadas por outras destas pessoas como razão desses sinais, têm um comprido histórico. Em 1932, no decorrer da era da União Soviética, foi criado o Instituto Leningrado para Fazer Chover.


Por outro lado, há um novo campo de pesquisa dedicado especificamente a intrometer-se nos sistemas naturais da Terra de forma a aguentar com as transformações climáticas: a geoengenharia. Hoje, mas, ela ainda está mais pra uma ciência teórica - com a maior quantidade do trabalho sendo montada em modelos computacionais. Outras tentativas bem-sucedidas de modificar o clima foram feitas a nível local, mas claramente nenhuma na escala denunciada por aqueles que acreditam em teorias da conspiração.


Uma procura internacional publicada no web site IOPScience apontou que 17% das pessoas consultadas acreditavam que as teorias de conspiração sobre isso as "chemtrails" eram verdadeiras ou parcialmente verdadeiras. Este modo a levou a gerar a Bye Bye Blue Sky. Ela administra um grupo fechado no Facebook, no qual cerca de cinco 1 mil pessoas trocam infos e coletam dinheiro para campanhas. Ela pessoalmente aprova cada novo associado. Os grupos fechados de pessoas que pensam a mesma coisa - típicos das redes sociais e da web - são uma das principais razões pelas quais as teorias da conspiração ganham organismo. Karen Douglas, especialista em psicologia das teorias de conspiração da Faculdade de Kent, no Reino Unido. Russ Tanner administra o que ele diz ser o maior grupo dedicado às "chemtrails" no Facebook: o Chemtrails Global Skywatch, com mais de 140 mil participantes.


Ele chama estas trilhas de "o superior crime contra a humanidade em toda a história". Um meme que postou é um modelo inconfundível da paranoia compartilhada por esses grupos: a peça sugere que os rastros são "a versão moderna da eugenia e do despovoamento forçado". Ele justifica o horário dizendo que, onde mora, seriam "acionados muito aerossóis à noite", impedindo-o de dormir com o "ar tão concentrado" de produtos químicos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *